segunda-feira, 30 de agosto de 2010

A geração Y e o Marketing, como sobreviverem a este clima, gerindo a carreira!

Olá a todos!

Para iniciar o meu Blog MARKETING RAGE! Resolvi iniciar pela geração Y que penso que seja um tema bastante interessante.



Como já todos sabem, vivemos num mundo globalizado, e isso significa não só a nível económico assim como ao nível de carreira, companhias globalizadas, empresas de trabalho temporário que emergem em cada esquina, estamos num mundo que é totalmente diferente dos nossos pais, vivemos num outro mundo, e com isso temos que gerir as nossas carreiras consoante o mundo em que vivemos.



O foco deste artigo é essencialmente falar-vos da “efectividade” como objectivo profissional. Digo-vos já que na geração Y Marketeers, procurar a “efectividade” nas companhias não é o melhor método para ter uma carreira de sucesso. Este desejo vem claro dos nossos Pais, pois no tempo deles era assim que se pensava, e era assim que as coisas funcionavam. Mas a nossa geração é outra e por isso temos que ver as coisas com olhos diferentes e adaptarmo-nos às circunstâncias.



Queria que com este artigo vós ajudar de algum modo a fazerem um boa escolha na vossa carreira.



Antes de mais queria dizer vos que a “efectividade” hoje em dia é um “estado” que não existe, nem as corporações procuram efectivos, nem a nossa geração deve procurar a “efectividade” e explico porquê.



Vocês como alunos agora e como profissionais no futuro não procurem a “efectividade”, um posto seguro, um posto estável, e porque? Porque isto vos vai trazer bastantes desvantagens não só para vocês como pessoas como principalmente para a vossa carreira.



A ânsia da “efectividade” vai matar o que há de bom em vocês… a não ser que vocês não tenham nada de bom, mas sei que cada Marketeer tem sempre algo de bom dentro de si.



Conheço pessoas que lutam diariamente para fazerem parte dos quadros e para ficarem efectivos… Pois a razão é de quererem uma situação financeira segura, um posto de trabalho seguro… mas é errado pensar assim para nós Marketeers… pois essa pessoa vai ter uma função que será sempre dispensável e a qualquer momento poderá ser substituído por outra, pensando dessa forma nunca serão pessoas únicas, e nós Marketeers somos pessoas únicas e indispensáveis no mundo corporativo!



Supondo que um efectivo está à 15 anos na mesma função, a companhia nunca irá olhar para essa pessoa pelas suas capacidades, não olha pelas suas mais valias, olha apenas para o trabalho estar ou não estar concluído, e quanto terá que pagar ao final do mês por essa pessoa… Com isto quero dizer que escolhendo o caminho da “efectividade” como profissionais do marketing vão ser significativamente prejudicados, pois nunca serão vistos como profissionais, e anos mais tarde o que vocês ganham por serem efectivos não é mais que uma vida monótona sempre com o mesmo ordenado, e as regalias do costume, e muito provavelmente no caso de uma recessão e/ou remodelação dos quadros serão facilmente trocados por outras pessoas que executem a mesma função, sejam mais novas, não se queixem tanto...


Ai é que está o grande ponto, em comparação com uma pessoa que tem diversificação… A diversificação para um Marketeer é essencial para uma carreira de sucesso no mundo do Marketing… porque? Porque o marketing é uma área que está sempre em mutação e quem pára nesta área morre!



Nós Marketeers temos que ter sempre um novo projecto para trabalhar, é o melhor que podem fazer. Ao criar e ter em portfólio vários projectos, para alem de serem bem vistos por todas as corporações, são criadores, são procurados e os convites começam aparecer, pois já não somos apenas uma pessoa que faz uma determinada tarefa, somos os criadores, os inovadores, no fundo somos o cérebro das corporações.



A nossa função como Marketeers, executivos de Marketing, e gestores de Marketing, é criar! É muito mais vantajoso para uma companhia e mesmo para a nossa carreira profissional criar novas marcas e abarcar novos projectos que parar e ser consumido pelo tempo!



O ponto interessante disto tudo é quando criamos uma marca, ou projecto, após o mesmo já ser sustentável e rentável temos que tomar coragem de deixa-lo e partir para outro! Nós para sermos verdadeiros Marketeers temos que ser criadores e inovadores não apenas indivíduos de manutenção do que já está feito, refeito, lançado, e relançado!



Para diversificar o vosso curriculum a vossa carreira, e vossa alma, e as vossas ambições e serem vistos pelas corporações como criativos, inovadores, como profissionais eficientes, pessoas que deixam uma boa marca nas corporações e no mercado.



As vantagens são muitas quando se opta pela diversificação, pois somos nós que comandamos, somos nós que delineamos o futuro das nossas carreiras e não as corporações, somos peças fundamentais no funcionamento de cada companhia e as companhias dependem de nós cada vez mais para conseguirem adaptar e atenuar os efeitos nocivos das mudanças financeiras na sociedade do consumo.



No fundo o que vos quero transmitir é que para um Marketeer a “efectividade” é como assinar o certificado de óbito da sua carreira. Não aprende mais nada… Sabe o que lhe compete na função que fez durante 10 anos… De resto é considerado velho e desadequado… não tem aquela morfologia de se adaptar, alterar e criar tudo de raiz… e perante o mercado é um Marketeer completamente inapto…



O ser, como se diz na gíria “as pratas da casa” ainda é pior, esse estatuto é para quem é limitado nas ideias, limitado no pensamento, e demasiado preguiçoso para se libertar e pensar mais alto e mais alem.




Tentem sempre diversificar e procurar sempre mais… diversificar também em posicionamento… de uma marca de Consumer para uma marca Premium. Mas cuidado para não diversificar muito na industria, não passar de electrónica de consumo para industria da construção civil por exemplo, manter a coerência sempre com novos projectos e novas ambições.



Esta é a minha visão do nosso mundo globalizado, e de como se podem adaptar de forma a ter uma carreira de sucesso, e com bastantes desafios.


Aos que pretendem a efectividade e são limitados do pensamento, façam "figas" para que o dia em que um Marketeer vos venha ocupar o lugar/função ainda esteja muito longe!



Um abraço a todos e muito sucesso nas vossas carreiras!


Nota: Toda a informação deste documento está protegida por Propriedade intelectual dos trabalhos do autor. Os desenhos apresentados são propriedade do autor. ::: Qualquer alteração, uso a seu proveito, reprodução ou alteração interdita sem o acordo expresso do autor.

Reservados todos os direitos segundo D.L. 65/ 85 de 14 de Março.

1 comentário:

inesmar@terra.com.br disse...

gostei mundo do seu artigo, gostei muito da sua reflexao. Concordo com ela....